quinta-feira, 30 de dezembro de 2021

IVC e COL se afastam do Grupo Pró-Babitonga

O segmento socioambiental, historicamente enfraquecido no movimento criado em maio de 2017 em defesa do ecossistema Babitonga, perde mais duas entidades da sociedade civil organizada.
Em outubro de 2021 o Clube de Oratória e Liderança (COL) decidiu por seu desligamento definitivo por se sentir “em ambiente hostil às práticas democráticas da liderança”.
Dois meses depois, o Instituto Viva a Cidade (IVC) toma a mesma decisão por considerar que o Grupo Pró-Babitonga (GPB) “afronta a liberdade de expressão e o exercício jornalístico”.
Em junho de 2019 notícia publicada pelo jornal “O Vizinho”, com a manchete 
“Instituto Viva a Cidade lidera o segmento socioambiental no GPB”,
é comemorada pelos integrantes do movimento em defesa do ecossistema Babitonga

Em dezembro de 2021 a maioria do colegiado decide punir a Oscip ambientalista com sua “exclusão” do GPB por conta de outra matéria, agora publicada em blog jornalístico, com o título “Instituto Viva a Cidade (IVC) assume liderança no Grupo Pró-Babitonga (GPB)”.
Segundo o Comitê de Ética, formado em agosto de 2021 para apurar a denúncia feita por representante do segmento socioeconômico e liderada pela Associação Empresarial de Itapoá (ACINI), o IVC feriu o Regimento Interno (RI) do GPB com o título publicado no blog, pois “a matéria traz conotação de promoção pessoal da Conselheira e de seu Representante”.
Mas, entre as tantas contradições da acusação, que podem ser facilmente conferidas nos vídeos das cinco assembleias que o tema foi debatido entre agosto e dezembro de 2021, a própria denunciante diz que o conteúdo da matéria não fere o RI, “apenas o título da mesma” e sugere a substituição do mesmo por “Instituto Viva a Cidade (IVC) assume a Secretaria Executiva do Grupo Pró-Babitonga (GPB)”, sob pena de "exclusão" do GPB caso a "sugestão" não seja acatada.
O presidente do COL diz que não há um único texto que confirme, na notícia publicada no blog, qualquer evidência de promoção pessoal ou institucional em desfavor do GPB. “E após análise do RI consideramos totalmente equivocada a decisão do GPB em negar que seus membros tenham funções de liderança nas suas representatividades”, lamenta Mário Lúcio Floriani.
Para o presidente do IVC a matéria apenas traz uma informação de interesse jornalístico que não pode ser contestada. “A decisão do GPB pela exclusão do IVC coroa a investida do segmento socioeconômico ao enfraquecimento do segmento socioambiental e, consequentemente, do Ecossistema Babitonga. Lamentamos que este conselho não tenha percebido tal manipulação e alguns membros, mesmo do segmento socioambiental e público, terem se deixado convencer de tão descabida acusação contra nosso representante e nossa Oscip”, pondera Julium Schramm.
Entre as vozes que desde o primeiro momento foram contra a acusação está a de um dos mais engajados e responsáveis pela criação do GPB. “Não vejo algum excesso na publicação. E o título da matéria afirma que ele assume liderança ‘no’ colegiado e não ‘do’ colegiado. Tanto que temos várias lideranças, como nas coordenações de Câmaras Técnicas. No meu entendimento a matéria está de acordo com o RI”, defende o biólogo e assessor de gabinete do Ministério Público Federal (MPF) Joinville, Fabiano Grecco de Carvalho.
O presidente do IVC destaca que “mais uma vez, em nossa história ambientalista, confirmamos, agora como protagonistas vitimizados, que o poder econômico é bastante hábil em manipular seus interesses nos mais diversos fóruns. A proposta antidemocrática do GPB de interferir como “gate keeper” em matéria jornalística é, para nós do IVC, uma afronta à liberdade de expressão, ao exercício jornalístico, que não podemos compactuar como entidade socioambiental instituída também para a defesa da democracia”.
Julium Schramm diz que o IVC vai continuar priorizando, em suas ações e projetos, o ecossistema Babitonga. “E ainda, continuaremos, como fazemos desde 2008, a investigar e denunciar a prática de crimes ambientais historicamente cometidos pelo segmento econômico e público, pois mais uma vez constatamos crimes ambientais cometidos por grandes empresas joinvilenses e órgãos públicos, os quais denunciamos e o Ministério Público (MP/SC) acatou (Notícia de Fato No 01.2021.00032405-0), crimes estes confirmados pela Divisão de Repressão a Crimes Ambientais da Delegacia Geral da Polícia Civil.

Saiba mais sobre o IVC neste blog

Ambientalistas estimulam retorno de editais na Cia Águas de JoinvilleIVC atento à instalação do TGS da Golar Power na Baía Babitonga
Oscip ambientalista elege nova diretoria para a gestão 2018/2020
Movimento ODS da ONU tem novas lideranças em Santa Catarina
Mulheres agricultoras são foco do IVC
Unidade de Conservação é tema do Grupo Pró-Babitonga
Reunião de governança do Movimento Nós Podemos tem participação destacada do IVC
IVC integra Comitê Executivo do GPB que tenta reverter fechamento do Ibama em Joinville
A maldade também se renova
Com maiores notas de avaliação IVC conquista prêmios do Edital Simdec 2016
Cartas do IV ECEA e IX FBEA
Diário do Fórum Brasileiro de Educação Ambiental
IVC e COL agem em defesa da Baía Babitonga
SC sedia um dos maiores eventos de EA do País
Vilagaia recebe biólogo do IVC em atividade de Educação Ambiental
IVC comemora 9 anos com fogueira, jantar e nova identidade visual
IVC recebeu troféu Onda Verde
IVC conquista a mais importante premiação ambiental do sul do País
IVC apresenta prioridade de pauta para vereadores joinvilenses
IVC se integra ao Movimento ODS instituído pela ONU
IVC apóia criação do Parque Botânico de Joinville
Unidade de Conservação na iminência de loteamento
GTEA recomenda projeto do IVC ao governo catarinense
IVC compõe o CNEA (Cadastro Nacional de Entidades Ambientais)
Empresas podem fazer doações dedutíveis de IR para projetos ambientais
IVC apoia iniciativa do governo catarinense
IVC expõe na Semana Lixo Zero
IVC tem encontro com área de meio ambiente do Porto de São Francisco do Sul
Candidatos se posicionam sobre "bandeiras" do IVC
IVC e Univille iniciam estudo de parceria com foco na Ilha da Rita na Baía Babitonga
IVC quer posicionamento de candidatos que disputam segundo turno em Joinville, SC
IVC conquista reconhecimento de UPE (Utilidade Pública Estadual)
IVC lança novo sítio na internet em evento do governo catarinense
Engenheira ambiental assume presidência do IVC
Estudantes têm encontro com IVC às margens do rio Cachoeira
IVC se consolida com o pioneirismo no meio ambiente
IVC finaliza projeto e escola se torna referência
Escola modelo é 100% meio ambiente
Matéria oficial sobre o evento no sítio da Prefeitura
A primeira confraternização do IVC
Eco-Escola entra em operação na inauguração da Gibiteca
Diretoria IVC Gestão 2012/2014
Ambientalistas ajudam CEI economizar mais de 50% de água
Água da chuva nos banheiros
Exposição fotográfica circula em escolas
Eco-Escola joinvilense
Documentário "O rio que teima pela vida"
O rio que teima pela vida
Projeto ambiental conquista recursos públicos
Duas ONGs comprometidas com o rio Cachoeira
Inauguração na escola Hermann Müller