domingo, 10 de novembro de 2019

Embraco reage a denúncia de ser solidária em prática de crime ambiental

A matéria anterior que publiquei com o título "Crime Ambiental no Perini Business Park" teve desdobramentos. Uma das empresas citadas, a Embraco, enviou-me a Notificação Extrajudicial que publico no fim desta matéria.
Como se pode conferir, o advogado da empresa declara que "as ADFs que estão sendo enviadas à empresa Perville (Perini Business Park) são classificadas como resíduo Classe IIA segundo a NBR 10.004. Ele informa também que a Embraco "contou com todo o trâmite legal necessário para sua execução, possuindo autorização do Instituto de Meio Ambiente (IMA), AUA 6192/2019 e afirma que as informações prestadas pela minha matéria são de "natureza enganosa".
A Notificação Extrajudicial tem como fim um "Pedido de Explicações" que o faço por essa via.
Supondo que os "resíduos" da Embraco sejam "livres de fenóis ou qualquer material que possa ser considerado tóxico", como afirma o advogado, estou certo que ela não tem autorização para depositar no solo ou a céu aberto como mostram estas imagens.

As imagens não deixam dúvidas que até o dia da minha denúncia os resíduos industriais da Embraco e Schulz estavam sendo estocados no solo sem qualquer impermeabilização com a ocorrência de percolagem e lixiviação


Resíduos Classe IIA são considerados menos perigosos. Contudo, não se pode dizer que esses resíduos classe II A não trazem riscos aos seres humanos ou ao meio ambiente. Tanto que a legislação e as normatizações exigem a mesma cautela para destinação final e tratamento que se dá ao resíduo de classe I.
Os resíduos considerados perigosos (classe I) são aqueles que têm características que podem colocar em risco as pessoas que os manipulam ou que têm contato com o resíduo perigoso.
A NBR 10.004 determina também que sejam tomadas devidas providencias para ter-se mais cuidado com o transporte e a correta destinação desses materiais.
No dia seguinte a veiculação da minha denúncia neste canal o Perini Business Park acelerou a retirada dos resíduos industriais dos locais onde estavam irregularmente depositados e o  espalhou noutros pontos do solo como base para receber asfalto ou concreto, como pode ser confirmado nas imagens seguintes.

Investigadores da Delegacia de Polícia Especializada em Crimes Ambientais ainda conseguiram confirmar os resíduos depositados nas áreas do condomínio empresarial em obras

O advogado e associado do Instituto Viva a Cidade (IVC) afirma que houve falha do órgão de fiscalização ambiental. "Estes resíduos só podem ser estocados em aterros classe II e jamais armazenados como estava sendo feito no Perini Business Park. Além de estar exposto às intempéries o solo não estava impermeabilizado. As imagens registram um flagrante crime ambiental", diz Giovani Soletti.
Também recebi da Polícia Civil, através da Delegacia Especializada em Crimes Ambientais, intimação para prestar depoimento, por conta do pedido de investigação que o IVC fez no Ministério Público.

Sabe-se que o Brasil vive um dos piores momentos, de insegurança, para quem pratica jornalismo investigativo e ou a defesa do meio ambiente. Agora só está um pouco pior. Sempre foi assim.
Já sofri atentado que também relatei no meu livro "O Gigante Acuado", desde que investigo e denuncio crimes ambientais.

Retaliações econômicas são constantes nas minhas atividades empresariais.
Ações judiciais infelizmente coleciono muitas, como estratégias dos criminosos denunciados para me intimidar.
Um parceiro de causa, o jornalista Leonardo Aguiar Morelli, às vésperas de um encontro em Florianópolis para organizarmos uma denúncia internacional contra outra fundição, foi encontrado morto em quarto de hotel.
Desta denúncia, estou certo, mais reações contra mim virão. Mas,  não posso me recolher, me calar, me acovardar. Continuo acreditando na justiça e nas instituições e praticando o que é a essência da minha profissão e o motivo do meu ativismo.
Espero ter atendido o "Pedido de Explicação" da Embraco, destacando que na matéria anterior eu também fiz contato com o Perini Business Park para ouvir o outro lado e  ainda sem resposta.
Agora, também pedi informações ao órgão estadual licenciador e fiscalizador ambiental, o Instituto de Meio Ambiente (IMA). Até a publicação desta matéria não tive retorno. Caso a receba também publicarei aqui, posteriormente.

Na íntegra, a Notificação Extrajudicial que me enviou a Embraco:
 


Veja mais investigações e denúncias ambientais relatadas neste blog 

Quando o Estado é o criminoso
IVC confirma denúncia no Ministério Público Estadual Catarinense
Delegacia de Polícia Especializada em Crimes Ambientais é prioridade do IVC
Sociedade apoia criação de Delegacia de Polícia Especializada em Crimes Ambientais Acabou a cultura da impunidade
IVC faz denúncia de crime ambiental por uso de areias de fundições como matéria prima
BRF precisa se explicar pelo sumiço de enorme passivo ambiental em SC
Fenaj inicia 2018 prestando solidariedade a jornalista joinvilense
A maldade também se renova
Areias Mortais, uma catástrofe ambiental se encaminha
O desastre da Tupy não Vale?
Morte de Ambientalista. Aumentam suspeitas sobre Joinville
Ambientalista morto tem seu último pedido atendido
Denúncia de ambientalistas obriga Fatma a mudar procedimentos
Jornalismo continuado, denúncias têm desdobramentos
Sindicato analisa posicionamento em defesa de jornalista
Radialista alerta atitude perigosa da Tupy Fundições
Prossegue o embate sobre areias de fundição
Reação de gigante poluidor contra jornalista joinvilense
IVC denuncia prefeituras de Araquari e Balneário Barra do Sul
Defensoria Social e IVC denunciam prefeitura de Balneário Barra do Sul no MPF
IVC reage à graves violações
Loteamento com aterro de rejeitos é denunciado pela Defensoria Social
Minha casa, o fim da minha vida
"O GIGANTE acuado" já está na livraria
Acontecimentos inesperados, consequências de incalculáveis repercussões
Diálogos para um Brasil Sustentável
Livro de jornalista joinvilense é destaque em campanha nacional
Fui eleito Parceiro da Paz e Sustentabilidade
12/12/12, uma data enigmática
Defensoria Social escolhe Joinville

R$ 50 milhões de indenização
"Deus" tremendo filho da puta
IVC denuncia no MPF duplicação inadequada da Av. Santos Dumont
Joinville amplia seu "Muro de Berlim"
IVC e Defensoria Ambiental pedem embargo de obra da Rôgga em Joinville
Empreendimento da Rôgga em Joinville sofre resistência por supostos danos ambientais
Grupo empresarial Hera Sul tenta impedir minha liberdade de expressão
Sindicato manifesta apoio ao meu jornalismo investigativo
Empresas do PR são denunciadas por crimes ambientais e sonegação fiscal em SC
Governo catarinense é denunciado pela Defensoria Social e IVC
Imperdível, assustador, pois o veneno está à mesa
Barrancos, em Garuva (SC), terra-sem-lei
Uma arma à cabeça, um tiro. Jornalismo é profissão de risco

 
Saiba mais sobre o IVC neste Blog:
Há uma elevada chance de o Mundo acabar em 2050

Ambientalistas estimulam retorno de editais na Cia Águas de Joinville
IVC atento à instalação do TGS da Golar Power na Baía Babitonga
Oscip ambientalista elege nova diretoria para a gestão 2018/2020
Movimento ODS da ONU tem novas lideranças em Santa Catarina
Mulheres agricultoras são foco do IVC
Unidade de Conservação é tema do Grupo Pró-Babitonga
Reunião de governança do Movimento Nós Podemos tem participação destacada do IVC
IVC integra Comitê Executivo do GPB que tenta reverter fechamento do Ibama em Joinville
A maldade também se renova
Com maiores notas de avaliação IVC conquista prêmios do Edital Simdec 2016
Cartas do IV ECEA e IX FBEA
Diário do Fórum Brasileiro de Educação Ambiental
IVC e COL agem em defesa da Baía Babitonga
SC sedia um dos maiores eventos de EA do País
Vilagaia recebe biólogo do IVC em atividade de Educação Ambiental
IVC comemora 9 anos com fogueira, jantar e nova identidade visual
IVC recebeu troféu Onda Verde
IVC conquista a mais importante premiação ambiental do sul do País
IVC apresenta prioridade de pauta para vereadores joinvilenses
IVC se integra ao Movimento ODS instituído pela ONU
IVC apóia criação do Parque Botânico de Joinville
Unidade de Conservação na iminência de loteamento
GTEA recomenda projeto do IVC ao governo catarinense
IVC compõe o CNEA (Cadastro Nacional de Entidades Ambientais)
Empresas podem fazer doações dedutíveis de IR para projetos ambientais
IVC apoia iniciativa do governo catarinense
IVC expõe na Semana Lixo Zero
IVC tem encontro com área de meio ambiente do Porto de São Francisco do Sul
Candidatos se posicionam sobre "bandeiras" do IVC
IVC e Univille iniciam estudo de parceria com foco na Ilha da Rita na Baía Babitonga
IVC quer posicionamento de candidatos que disputam segundo turno em Joinville, SC
IVC conquista reconhecimento de UPE (Utilidade Pública Estadual)
IVC lança novo sítio na internet em evento do governo catarinense
Engenheira ambiental assume presidência do IVC
Estudantes têm encontro com IVC às margens do rio Cachoeira
IVC se consolida com o pioneirismo no meio ambiente
IVC finaliza projeto e escola se torna referência
Escola modelo é 100% meio ambiente
Matéria oficial sobre o evento no sítio da Prefeitura
A primeira confraternização do IVC
Eco-Escola entra em operação na inauguração da Gibiteca
Diretoria IVC Gestão 2012/2014
Ambientalistas ajudam CEI economizar mais de 50% de água
Água da chuva nos banheiros
Exposição fotográfica circula em escolas
Eco-Escola joinvilense
Documentário "O rio que teima pela vida"
O rio que teima pela vida
Projeto ambiental conquista recursos públicos
Duas ONGs comprometidas com o rio Cachoeira
Inauguração na escola Hermann Müller



Nenhum comentário:

Postar um comentário