segunda-feira, 22 de junho de 2015

Bicicletas X Carros

Conheci Aline Cavalcante em Porto Alegre, RS. Nesta postagem fiz registros fotográficos dela, de Talita Noguchi e de outros palestrantes que, como eu, foram convidados para serem painelistas no II FMB (Fórum Mundial da Bicicleta) que aconteceu de 21 a 24 de fevereiro de 2013 na capital gaúcha. Minha participação foi com a palestra "Uma criatura menos destrutiva".
Passado o Fórum e, encantado com a apresentação de Aline e Talita, fui conhecer o projeto Las Magrelas, em São Paulo. Saí de lá ainda mais apaixonado pela iniciativa e também por Letícia Momesso, Joana Teixeira Rocha e Rafael Rodolfo Chacon.
Dois anos depois, no sábado, 20 de junho de 2015, assisti, em São Paulo, Bikes VS Cars.


Foi emocionante ver Aline Cavalcante protagozinando esta obra que deveria ser assistida por governantes e políticos deste mundo carreificado...
Uma obra imperdível para quem pedala ou defende os que se aventuram nesse mundo voltado aos Deuses de lata. Agora, mobilizar forças para trazer esse filme aos joinvilenses.

Mais sobre o tema neste blog:

O descaso público com os ciclistas joinvilenses
Agora, contra os ciclistas, mais uma sacanagem da Auto Pista Litoral
Bicicleta reúne empreendedorismos sustentáveis 

Cavalgada da deseducação
Governantes que mentem, cedo ou tarde são desmascarados
O mau exemplo de Joinville, danem-se os ciclistas
Prefeito, construa e eles virão
Nudez com sensatez
Nus em bicicletas pedalam por ruas da capital gaúcha
Bicicletada pelada
A besta fera assassina
Incentivo fiscal para bicicletas
Mais de 1600 ciclistas invadem Porto Alegre
Di, Dá Dó no Fórum Mundial da Bicicleta
Deputado catarinense Mariani quer manual para ciclistas
Vicie-se, por favor
Vereador de Curitiba, PR, defende ciclistas
Fui atropelado e posto à nocaute

segunda-feira, 15 de junho de 2015

O Marinheiro do Rio Cachoeira

Em outubro de 2010 acompanhei o marinheiro aposentado Adilson Lopes numa visita ao senador eleito Luiz Henrique da Silveira, em sua casa, em Joinville, SC. Ele foi pedir ao político que o apoiasse, no Senado Federal, na luta para a reabertura do Canal do Linguado, em São Francisco do Sul, SC.
 Senador Luiz Henrique da Silveira recebeu o marinheiro aposentado Adilson Lopes da Silva alguns dias após a sua eleição, em outubro de 2010, e disse que a luta de Silva, agora como ambientalista, era um exemplo a ser seguido
Na ocasião, LHS afirmou que Silva e os ambientalistas do IVC poderiam contar com ele. O encontro teve uma inusitada surpresa, como pode ser conferida na postagem: O pavão, o senador e a sua memória.
Cinco anos depois, Luiz Henrique da Silveira também seria um dos entrevistados na produção do documentário "O Marinheiro do Rio Cachoeira". Faleceu poucos dias antes.
Vinte e nove de junho é o Dia do Pescador. A data foi escolhida pelo COL (Clube de Oratória e Liderança) e aprovada pela Águas de Joinville para o lançamento do documentário "O Marinheiro do Rio Cachoeira".
O marinheiro aposentado Adilson Lopes da Silva é o protagonista da obra que foi patrocinada pela Águas de Joinville e Bureau de Comunicação e Eventos.
Resultado de uma pesquisa que vem sendo feita desde 1993 pelo COL e mais intensamente por mim desde o ano 2000, "O Marinheiro do Rio Cachoeira" conta também com o apoio dos jornais O Vizinho, O Joinvilense, O Garuvense e O Araquariense.
Adilson Lopes da Silva também reuniu-se com o deputado federal Mauro Mariani para buscar apoio em sua luta de voluntariado ambientalista

O vídeo tem 26 minutos e resgata uma parte da história do Cachoeira que já foi o rio mais poluído de Santa Catarina. O evento, que será acompanhado de um coquetel, tem início às 19h45. 
A projeção do filme será no auditório do Centro Administrativo da Águas de Joinville, à rua Quinze de Novembro, 3950, no bairro Glória e os convidados serão recepcionados pela diretoria do COL e do IVC (Instituto Viva Cidade), parceiros de produção da obra.
 Adilson Lopes da Silva é uma referência para entrevistas na mídia, por sua luta pela recuperação ambiental do Rio Cachoeira e a reabertura do Canal do Linguado

Silva nasceu em São Francisco do Sul, SC, dia 14 de setembro de 1939, e mora em Joinville desde o centenário desta que é a maior e mais industrializada cidade catarinense, Joinville.
Seguindo os passos do avô e pai, sua única profissão foi marinheiro. Aposentado, foi em 1999 que fez sua última viagem como profissional da área. Em 2008, iniciou atividades voluntárias associando-se ao IVC (Instituto Viva Cidade).

Adilson Lopes da Silva concedendo entrevista para empresa do Grupo RBS

Inconformado com as agressões e crimes ambientais cometidos contra o Rio Cachoeira, palco de inúmeras de suas viagens de trabalho em navios como o Catarina, Adilson Lopes da Silva tem sido, desde então, um incansável lutador pela recuperação ambiental do Cachoeira, da Lagoa Saguaçu, da Baía Babitonga e de um sonho maior, o de ver a reabertura do Canal do Linguado.
Para isso tem feito contatos com autoridades políticas da região para esta luta que é bandeira do IVC e também abraçada pelo COL.
Adilson Lopes da Silva com o secretário de educação de Joinville Roque Antonio Mattei

A conquista do edital público 01/2015 da Águas de Joinville foi decisiva para a produção do documentário que a partir do dia 29 de junho estará disponível para acesso público na internet.
A obra registra transformações sofridas pelo Rio Cachoeira, de Joinville, SC, com imagens reveladoras desde quando era navegável, banhável e piscoso, passando pelo período de sua quase morte e a surpreendente recuperação ambiental em andamento.
 Adilson Lopes da Silva com o ex-presidente da Câmara de Vereadores de Araquari

Desde 1993 o Rio Cachoeira é tema de debates e mobilizações lideradas pelo COL. "Esta é mais uma obra que ajudará a sensibilizar a população e os governantes para que o rio volte a ser um dos mais importantes patrimônios naturais de Joinville", diz a presidenta do clube, a empresária Mariana de Limas.
Segundo o Gerente de Planejamento e Gestão da Qualidade e Ambiental da Águas de Joinville, a obra foi comemorada na empresa. "O documentário superou nossas expectativas", afirmou Thiago Zschornack.
 Adilson Lopes da Silva também esteve com o ex-secretário de meio ambiente de Garuva, Sidnei Pensky, que também foi prefeito daquele município e faleceu em 2014
 
Para o presidente do IVC o vídeo deveria ser visto por todos os joinvilenses, mas também por moradores dos municípios vizinhos. "As cidades vizinhas, como Araquari, Garuva, São Francisco do Sul, Balneário Barra do Sul e Itapoá também têm mananciais que estão sendo vítimas de descasos e crimes ambientais como aconteceu com o Rio Cachoeira. Suas populações ainda têm tempo de não deixar que aconteça com seus rios tanta destruição quanto a que se praticou contra os rios de Joinville", recomenda João Carlos Farias.

 Postagem anterior sobre o tema:
 Enigmas alienígenas de Joinville são desvendados

Patrocinadores do projeto "O Marinheiro do Rio Cachoeira"
Cia Águas de Joinville
Bureau de Comunicação e Eventos

Apoiadores do projeto "O Marinheiro do Rio Cachoeira"
IVC (Instituto Viva Cidade)
JOV (Jornal O Vizinho)
JOI (Jornal O Joinvilense)
JOA (Jornal O Araquariense)
JOG (Jornal O Garuvense)


Produtora
Ipê Produções

Sobre o projeto "Se ligue no esgoto":
Chega ao fim o projeto "Se ligue no esgoto"
Pode acreditar. É escola pública joinvilense!
Espinheiros já está se transformando no melhor bairro de Joinville 
Uma mentira, de tão repetida, se torna verdade
Educação ambiental com o projeto "Se ligue no esgoto"
Público já pode acessar vídeo na internet
Diretoria do COL aprova vídeo e se diverte com making off da obra
COL conquista edital da Cia Águas de Joinville
Projeto "Se ligue no esgoto" na íntegra
Resultado do Edital de Patrocínio 01/2013 da Cia Águas de Joinville

Sobre o projeto "Eco Escola"
IVC termina projeto e escola se torna referência
Escola modelo é 100% meio ambiente
Matéria oficial sobre o evento no sítio da Prefeitura 

A primeira confraternização do IVC 
Eco-Escola entra em operação na inauguração da Gibiteca
Diretoria IVC Gestão 2012/2014
 
Ambientalistas ajudam CEI
Água da chuva nos banheiros
Exposição fotográfica circula em escolas 


Parceiros do projeto "Se ligue no esgoto":
IVC (Instituto Viva Cidade)
Bureau de Comunicação e Eventos
Jornal O Vizinho
Jornal O Joinvilense
Jornal O Garuvense
Jornal O Araquariense
 

Sobre o COL noutras postagens neste blog:
Líderes que vão comandar o COL até 2017
COL terá segunda mulher na presidência
Superando a timidez para falar em público 
UFPR e COL renovam parceria
Grandes decisões ao redor da mesa
Formar líderes e oradores é missão do COL 
Superação do medo e da inibição 
Vídeo COL ênfase política 
Vídeo COL ênfase liderança
Vídeo "O rio que teima pela vida"  
COL forma mais 16 oradores
Bons oradores têm melhores cargos e salários
O maior medo do mundo tem cura
Melhor oradora e maior evolução
Escolas de jornalismo não ensinam oratória

A primeira confraternização do IVC
Eco-Escola entra em operação na inauguração da Gibiteca
Diretoria IVC Gestão 2012/2014
Ambientalistas ajudam CEI
Água da chuva nos banheiros
Exposição fotográfica circula em escolas 

Eco-Escola joinvilense 
 
Leia mais sobre o IVC noutras publicações: 
JOV (Jornal O Vizinho) Edição 824 do JOV (Morte ainda sem respostas)
Edição 823 do JOV (IVC denuncia prefeituras da região)
Edição 822 do JOV (Outra área contaminada)
Edição 821 do JOV (Falta muita consciência)
Edição 820 do JOV (Empresários ferram empresários)
Edição 819 do JOV (Bomba relógio)
Edição 818 do JOV (Gatos, vilões da natureza)
Edição 817 do JOV (Aumentam suspeitas)
Edição 816 do JOV (IVC tenta impedir despejo de rejeito industrial da Tupy)
Edição 815 do JOV (Rejeito industrial joinvilense é base de obra pública barrasulense)
Edição 813 do JOV (Falta consciência)
Edição 812 do JOV (Pode acreditar, é escola pública)
Edição 811 do JOV (Voluntariado e evolução social)
Edição 810 do JOV (Entidade internacional une-se ao IVC na proteção a ambientalistas)
Edição 806 do JOV (Uma mentira de tão repetida se torna verdade)
Edição 805 do JOV (Faltam passas-fauna em Joinville)
Edição 804 do JOV (Judiciário joinvilense dá mau exemplo)
Edição 803 do JOV (IVC comemora 5 anos em parceria com a Cia Águas de Jlle) 
Edição 802 do JOV (IVC comemora cinco anos)
Edição 801 do JOV (Câmara de Vereadores não dá destino correto ao esgoto)
Edição 800 do JOV (Vídeo já está na internet)
Edição 799 do JOV (Vídeo é liberado na internet)
Edição 798 do JOV (IVC continua defendendo retorno da navegacão)
Edição 797 do JOV ( Ambientalistas focam a região de Joinville)
Edição 796 do JOV (Ambientalistas propõem parcerias com o governo)
Edição 795 do JOV (IVC quer lei desengavetada)
Edição 794 do JOV (IVC agora é uma Oscip) 
Edição 793 do JOV (IVC agora é Instituto Viva Cidade) 
Edição 789 do JOV (Motoristas, cuidado! Jacaré na pista) 
Edição 788 do JOV (Alarme falso. Fritz está vivo) 
Edição 787 do JOV (Escola aproveita água da chuva)  
Edição 786 do JOV (IVC participa de Mostra de Educação Ambiental)
Edição 785 do JOV (Alunos levam lixo para escola)
Edição 784 do JOV (Dr. Água comanda o IVC)
Edição 783 do JOV (Rio poluído é o centro das atenções de candidatos)
Edição 781 do JOV (IVC faz alerta contra a politicagem)
Edição 780 do JOV (O rio que teima pela vida)
Edição 778 do JOV (Eco escola)
Edição 777 do JOV (O rio que teima pela vida)
Edição 776 do JOV (IVC presenteia Joinville)
Edição 775 do JOV (Documentário ambiental em fase final)
Edição 774 do JOV (Aproveitamento da água de chuva)
Edição 773 do JOV (Um quilômetro de surpresas)
Edição 769 do JOV (Clube de Oratória conquista patrocínio público)
Edição 767 do JOV (Parceria entre ONG e CEI conquista patrocínio público)
JOG (Jornal O Garuvense)
Edição 087 do JOG (IVC investe na conscientização)
Edição 084 do JOG (Suspeitas rondam morte de ambientalista)
Edição 082 do JOG (CGU recebe denúncias do IVC)
Edição 081 do JOG (Prefeitura de Araquari também exige reuso de rejeito de fundição em obras)
Edição 080 do JOG (IVC denuncia prefeitura da região)
Edição 078 do JOG (IVC reage às violações a jornalistas e ambientalistas)
Edição 076 do JOG (Projeto "Se ligue no esgoto" atinge mais de 428 pessoas)
Edição 075 do JOG (BR 101 é um "Muro de Berlim" para animais silvestres)
Edição 074 do JOG (Governo se prepara para criar fundação do meio ambiente)
Edição 073 do JOG (Público já pode acessar vídeo)
Edição 072 do JOG (Ambientalista propõem parcerias com o governo garuvense)
Edição 071 do JOG (IVC faz doação à 23a. Gered)
Edição 070 do JOG (IVC finaliza projeto Eco-Escola)
Edição 058 do JOG (Ambientalistas ajudam CEI economizar 50% de água) 
Edição 055 do JOG (Eco Escola)
Edição 051 do JOG (Bombeiros recebem a visita do Dr. Água)
Edição 049 do JOG (Água de chuva) 
Edição 048 do JOG (Trecho de rio vira documentário) 
Edição 045 do JOG (Parceria entre ONG e CEI conquista patrocínio público) 
JOA (Jornal O Araquariense)
Edição 038 do JOA (Já foi o rio mais poluído de Santa Catarina)
Edição 037 do JOA (IVC continua atento ao Canal do Linguado)
Edição 036 do JOA (Impediremos a duplicação da BR 280)
Edição 035 do JOA (População de Araquari é abastecida com água subterrânea que pode ser contaminada)
Edição 032 do JOA (Prefeitura investe na economia de água)
Edição 031 do JOA (Artigo 19 Brasil é apoiada pelo IVC) 
Edição 029 do JOA (Seis escolas contempladas com projeto de ambientalistas)
Edição 027 do JOA ("Se ligue no esgoto" pode ser acessado na internet)
Edição 026 do JOA (Se ligue no esgoto)
Edição 025 do JOA (IVC faz doação à 23a. Gered)
Edição 010 do JOA (O rio que teima pela vida e Eco-Escola)
Edição 005 do JOA (O rio que teima pela vida
Edição 003 do JOA (Como luva para Araquari) 
JOI (Jornal O Joinvilense) 
Edição 073 do JOI (Lei do lixo é ignorada)
Edição 072 do JOI (Condor impedido de voar em Joinville)
Edição 071 do JOI (Futuro sombrio - Região pode ter solo ainda mais contaminado)
Edição 070 do JOI (IVC denuncia prefeitura de Balneário Barra do Sul por suspeita de superfaturamento em edital)
Edição 067 do JOI (Violência contra ambientalistas estimula parceria de Oscip joinvilense com movimento internacional)
Edição 064 do JOI (Público já pode acessar vídeo na internet) 
Edição 063 do JOI (IVC faz doação à 23a. Gered) 
Edição 062 do JOI (IVC agora é Instituto Viva Cidade) 
Edição 059 do JOI (IVC comemora) 
Edição 057 do JOI (Eco-Escola é referência em Joinville) 
Edição 056 do JOI (IVC quer lei desengavetada)  
Edição 054 do JOI (A agonia que pode acabar) 
Edição 053 do JOI (Eco-Escola e o Rio que teima pela vida) 
Edição 052 do JOI (COL e IVC consagram título ao Dr. Água) 
Edição 051 do JOI (O rio que teima pela vida)
Edição 050 do JOI (Água da chuva nos banheiros)
Edição 048 do JOI (IVC apoia CEI e conquista patrocínio público) 
Leia mais sobre o COL noutras publicações:
JOV (Jornal O Vizinho) 
Edição 803 do JOV (O TDAH e os acidentes de trânsito)
Edição 802 do JOV (O TDAH e os acidentes de trânsito)
Edição 800 do JOV (Vídeo já está na internet)
Edição 799 do JOV (Clube de Oratória firma parceria com UFPR)
Edição 798 do JOV (Clube de Oratória & Cia Águas de Joinville
Edição 797 do JOV (COL também de engaja na conscientização ambiental)
Edição 796 do JOV (Se ligue no esgoto)
Edição 794 do JOV (Ela é a primeira)
Edição 793 do JOV (Mulher Líder)
Edição 792 do JOV (Advogada vai liderar Clube de Oratória)
Edição 786 do JOV (COL faz parceria com Sindicato dos Radialistas)
Edição 777 do JOV (O rio que teima pela vida)
Edição 776 do JOV (Documentário ambiental em fase final)
Edição 775 do JOV (Jovens oradores)
Edição 769 do JOV (COL conquista patrocínio público)
Edição 753 do JOV (COL prepara curso de oratória)
Edição 751 do JOV (Oratória, ferramenta para o sucesso na carreira)
Edição 746 do JOV (Conselheiros do COL discutem sucessão) 
JOI (Jornal O Joinvilense) 
Edição 065 doJOI (Mais dicas do Clube de Oratória)
Edição 064 do JOI (UFPR e clube de Joinville firmam parceria)
Edição 063 do JOI (Dicas do Clube de Oratória)
Edição 062 do JOI (Mulher no comando) 
Edição 057 do JOI (COL faz parceria com Sindicato dos Radialistas) 
Edição 052 do JOI (COL e IVC consagram título ao Dr. Água) 
Edição 051 do JOI (O rio que teima pela vida) 
Edição 041 do JOI (Para superar a inibição) 
Edição 038 do JOI (São Paulo deve ganhar um Clube de Oratória) 
Edição 036 do JOI (COL mobiliza líderes em defesa do MP) 
Edição 034 do JOI (COL realiza primeiro curso de oratória do ano
 JOA (Jornal O Araquariense) 
Edição 027 do JOA (COL e UFPR fazem parceria para o empreendedorismo)
Edição 026 do JOA (Se ligue no esgoto)
Edição 025 do JOA (COL faz doação a 23a Gered)
Edição 024 do JOA  (Mulher vai liderar o Clube de Oratória) 
JOG (Jornal O Garuvense) 
Edição 073 do JOG (Público já pode acessar vídeo na internet)
Edição 072 do JOG (Se ligue no esgoto)
Edição 071 do JOG (COL e IVC fazem doação à 23a Gered)
Edição 070 do JOG (Advogada vai liderar Clube de Oratória) 
Edição 046 do JOG (Garuvense é orador premiado) 
Edição 009 do JOG (Formador de líderes e oradores)

sexta-feira, 12 de junho de 2015

A falência do PT

Nestes anos de governo PT tenho acompanhado uma crescente rejeição pela sigla partidária que me assusta por estar alicerçada principalmente em sentimentos odiosos e reacionários.
Não é difícil entender que o status quo, que há séculos dominou o Brasil, reaja com seus tentáculos enraizados dessa forma no tecido social e que manipule massas, inclusive.
Acredito que não está sendo fácil para o sistema centenário dominado pelas elites aceitar que os trabalhadores tomassem seus espaços de poder e governo.
Nunca fui e não sou petista. Inclusive, na gestão do partido aqui em Joinville fui considerado inimigo público da agremiação por conta de reportagens feitas em meus jornais e também neste blog, como se pode conferir nesta matéria: "As cobras do governo petista de Carlito Merss". No fim desta postagem adiciono outros links com os temas política e administração pública também sobre a atual gestão do peemedebista Udo Döhler.
Mas, a oposição ao governo PT que está no comando do país há 13 anos não tem conseguido fazer seu papel com inteligência. E por isso está cada vez mais desacreditada. Soma-se ainda não ter moral para acusar o PT daquilo que sempre praticou enquanto esteve no poder. A diferença brutal é que agora as maracutaias aparecem e as prisões acontecem.
Todavia, na noite de 11 de junho de 2015 acredito que, pela primeira vez, encontrei uma parcela da sociedade brasileira politizada que faz oposição com inteligência. Aconselho, inclusive, aos oposicionistas disseminadores do ódio que participem dos encontros deste grupo. Há muito o que aprender com eles.

O tema da palestra foi "A falência do PT e a construção de uma frente única de esquerda", feita por um dos fundadores da agremiação partidária e dirigente da Corrente Marxista Internacional. Foi um susto ouvir de Serge Goulart que estamos vivendo uma crise que está para produzir resultados piores que a crise mundial de 1929, que segundo Goulart só se resolveu com a Segunda Guerra Mundial. Fiquei chocado, mas não desacreditei diante de argumentos tão evidentes.
Ele argumenta que atualmente não há possibilidade de essa crise gerar uma guerra porque o capitalismo não está concentrado, mas sim espalhado por todos os países através das empresas com suas multinacionais. Assim como esta crise também está afetando todo o planeta, o que não era o mesmo cenário naquela época.
Ele defende que a superação de crises acontece ou com imensa destruição ou retirada de direitos sociais, que custam dinheiro. Assim, o que se prevê é um desastre para os trabalhadores, pois a crise atual é muito maior que a de 1929, diz o líder marxista.
Foi inusitado, quando comparado com outras eventos políticos e partidários, conferir a diversidade dos participantes em proporções praticamente igualitária de mulheres, homens, idosos, jovens, adultos, brancos, negros...





A condução democrática do evento também foi marcante. Após a apresentação de Goulart, várias lideranças manifestaram-se com interferências complementares ao tema exposto e ou para questionamentos. Um momento de exposição pública através da oratória e que exigiu, de alguns, coragem para o enfrentamento de plateia. Afinal, falar em público é um dos maiores medos humanos da atualidade. Mais da metade da população mundial tem medo de falar em público.
E dos dez maiores medos humanos, enquanto o da morte está em sétimo lugar, o de falar em público, em primeiro.
Mas, a moçada se saiu bem, pois foram falas de suas crenças, de seus entusiasmos, de suas convicções e o valor das mensagens se sobrepunha à técnica.

Este, acima, é o Luiz Gonçalvez Júnior, de Araquari, onde é mais conhecido como "Luizinho do PT". Sua fala foi um momento marcante do encontro; quando ele abriu seu coração para confessar uma intimidade. Disse que se sente, na relação com o PT, partido com o qual inclusive disputou eleição em 2012, tão violentado como quando perdeu sua namorada para um "inimigo".
A confissão arrancou risos generalizados, mas todos o entenderam, pois a grande maioria dos presentes era de membros do PT inconformados com os rumos que o partido tomou desde que assumiu o poder no país.
Lideranças petistas, e que historicamente se posicionaram contra o próprio partido, transitavam com desenvoltura no encontro, entre eles o vereador Adilson Mariano que tem uma identidade de apoio à juventude e também se manteve fiel aos princípios ideológicos.
Coube ao presidente do Sinsej (Sindicato dos Servidores Públicos de Joinville e região), Ulrich Beathalter, apresentar a revista América Socialista. Trata-se de um periódico com edição no Brasil, Canadá, Québec, Estados Unidos, México, El Salvador, Venezuela, Colômbia, Bolícia, Argentina, República Dominicana. A Revista teórica marxista é uma obra vendida aos militantes e simpatizantes e um dos poucos instrumentos para captação de recursos, já que o movimento não aceita doações de empresas.
Outra forma de arrecadação é a doação espontânea dos participantes. Neste evento, que participei do início ao fim, foi anunciada a passagem de um envelope que ao término havia arrecadado pouco mais de R$ 250,00.

 A venda de outros impressos, principalmente livros, também ajuda na a arrecadação de recursos.
A distribuição de outros materiais gratuitos complementa a estratégia de comunicação.
Ao término do encontro, que ocorreu na sede do Sinsej, em Joinville, liderados pelo vereador Mariano, o grupo cantou o Hino da Primeira Internacional que aconteceu em 1848 com a presença de Marx e Engels. Surpreendeu o vigor da plateia com o hino.
Posso estar enganado, mas o evento de ontem tem tudo para fazer história na política brasileira. Foi uma primeira ação pública para a criação de uma frente de esquerda que pretende reunir partidos e movimentos que não acreditam mais no PT.
A Frente de Esquerda já é um movimento em discussão com a Esquerda Marxista, o PCB, e dezenas de grupos de artistas e intelectuais bem como vem estimulando o retorno de militantes que se desligaram das atividades e se aglutinam à causa. "Tem uma multiplicidade ainda não mensurável e totalmente conhecida, mas estamos recebendo convites de grupos para nos ouvir e discutir sobre esta nova ordem", diz Goulart.
A meta é a realização de um encontro nacional em 2016.
Internacionalmente, essa frente que se articula no Brasil tem sintonia e afinidade com o PODEMOS, na Espanha; o SYRISA, na Grécia e a frente de esquerda na França. Em julho haverá um encontro na Itália. "A lava está se movendo em todos os continentes", finaliza Goulart.

Outras postagens neste blog com as temáticas, administração pública e política
EI ataca em Joinville
Receita joinvilense para jogar dinheiro público no esgoto

Heil Dilma
As cobras do governo petista de Carlito Merss
Uma das perigosas ameaças públicas do governo petista de Carlito Merss

Desafiei o Prefeito e sua equipe
Governantes que mentem, cedo ou tarde são desmascarados
Administrar Joinville é como jogar pôquer