quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Brasil, uma nova história revelada

Era o Dia da Consciência Negra, 20 de novembro. Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina). Se durante a tarde o plenário estava praticamente vazio quando o suplente de deputado, o negro Sandro Silva, ocupava a tribuna para exaltar a data, a noite foi muito mais participativa.
Os escritores, Adílcio e Lucas Cadorin recebiam amigos e convidados para o lançamento do livro "Laguna Terra Mater - Dos Sambaquis à República Catarinense - Cronologia Histórica".
Do pai, o historiador e advogado Adílcio Cadorin, esta é a quinta obra literária. Do filho, o também advogado e historiador iniciante, a primeira, em co-autoria.
Em suas 400 páginas revelações surpreendentes. O início é 4.500 A.C. e a constatação de que na pré-história, Laguna foi uma região com um dos maiores povoamentos do planeta. Segundo os autores, "Laguna - Terra Mater é o resultado de uma meticulosa pesquisa, colhida junto a arquivos e bibliotecas européias e americanas, somados a minuciosa colheita de citações e referências capturadas de mais de uma centena de obras e registros históricos que foram zelosamente catalogados e arquivados ao longo de mais de vinte anos".
A renda da venda dos livros está sendo toda doada ao mais antigo hospital do sul do Estado, o de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, fundado em 03 de abril de 1855, quando o Brasil era governado por D. Pedro II e a escravidão negra encontrava-se no auge.
A presidenta Regina Ramos dos Santos agradeceu, em nome da diretoria, "tão nobre iniciativa". O hospital tem 110 leitos e 90% do atendimento é feito através do SUS (Sistema Único de Saúde). Uma UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) está em construção.
Os discursos foram rápidos e informativos, o que atraiu a atenção dos presentes.
O jovem escritor, Lucas Cadorin, destacou, com humildade, sua co-autoria no livro. Confidenciou-me a admiração que tem por seu pai e pelas obras (não só as literárias) que o viu realizar em sua vida. 
"Ele não é só meu pai. É meu ídolo. Ele me inspira por tudo o que realizou. É muito difícil chegar aos pés dele. Mas, estou trilhando os seus caminhos".
Com apenas 26 anos, conheci o Lucas quando ele ainda passava por baixo das pernas de seus genitores. É um garoto com o DNA também ético dos seus pais; Amigos que estimo muito.
O jovem advogado tributarista diz que apesar de não ter nascido em Laguna, é o seu berço e onde pretende morar o resto da sua vida. "Laguna tem uma história que ainda não foi totalmente contada e os lagunenses precisam desvendá-la, pois terão ainda mais orgulho desta cidade". Ele disse-me ainda que tem muitos planos para o futuro. "Tudo o que fiz e pretendo fazer tem a minha família envolvida. Isso me dá muita segurança", comemora.
O deputado José Milton Scheffer foi quem representou a Alesc destacando o valor da obra e sua importância como documento que faz um amplo resgate histórico. Há ainda que destacar o profissionalismo de toda a equipe do setor de cultura e cerimonial da Alesc, no evento.
Autor de diversas obras sobre o patrimônio imaterial e histórico da região sul, Adílcio Cadorin foi o responsável pelo processo judicial que autorizou o registro tardio da certidão de nascimento da heroína catarinense, Anita Garibaldi, 178 anos após o seu nascimento.
Entusiasta da história do município, também escreveu e dirigiu peças multiteatrais como a "Tomada de Laguna". Em sua fala no lançamento do livro, o incansável Cadorin anunciou que também está contando com a ajuda do filho para mais uma obra literária. "Estamos elaborando um dicionário de expressões e fatos da história brasileira. Uma obra de interesse nacional para os curiosos da história feitos nós".
Então, em breve, mais uma dos Cadorins...
Algumas fotos da sessão de autógrafos e do coquetel de lançamento do livro "Laguna - Terra Mater":
Pai, mãe e filho. Ela, Ivete Scopel, é a atual vice-prefeita de Laguna

Adílcio Cadorin também me confidenciou que se não fosse a participação do filho, o livro não teria sido editado. "O Lucas foi paciente e me estimulou. Ele tem uma fluidez muito boa quando escreve, e sem o concurso dele eu não teria lançado este livro".
Ele pormenoriza que a obra tem como referência documentos inéditos e destaca um, achado na Espanha, em que os espanhóis que moravam aqui fazem um pedido de socorro. "Uma caravela que trazia 60 mulheres, virgens, naufragou na boca da Barra de Laguna. Isso, 130 anos antes de os portugueses chegarem aqui. Foram estes espanhóis que deram nome ao lugar. O documento é de 01/01/1952".
Porquê 60 virgens? A resposta está no livro.
Antes de ir para a Alesc dei uma caminhada e passei pela Praça da Figueira para ver o presépio de Floripa.

TIFO é o jeito certo de apresentar pessoas

Foi no último Curso de Oratória e Liderança com Ênfase em Apresentações (In Company, na TOTVS), deste ano, que mais uma técnica do treinamento foi aprimorada. O evento, que aconteceu no auditório da empresa, em Joinville, no mês de novembro, contou com a participação de 14 profissionais.

Lucas Vinicius Schiochet e Fernando César Gonçalves, profissionais da TOTVS Joinville, também investiram nas suas qualificações.

Enfatizo nos cursos: Tudo que um orador quer é um bom começo. Todavia, não é incomum que a sua apresentação seja feita de forma equivocada por um terceiro. Com isso, o palestrante é iniciado à plateia constrangido ou incompleto.
Para evitar esse quadro indesejado, há técnica. Como em tudo na oratória! Não existe essa história de "dom". Oratória é técnica.  Vou descrever a de apresentação de pessoas.
O acróstico mnemônico é: TIFO.
Suponha que você decidiu acompanhar um amigo numa palestra.
Você só queria a companhia dele e não estava nem aí para o evento.
Você não sabia quem era o palestrante nem o assunto. Lá chegando, e para sua surpresa, os organizadores do evento pediram para você apresentar o palestrante.
Com a técnica, a sua resposta pode ser "sim" e fará bonito.
Vá até ao palestrante com uma caneta e um papel do tamanho de um cartão de visita. Pode ser um cartão seu se o verso estiver em branco.
Cumprimente o palestrante, se identifique, explique que lhe foi solicitada a tarefa de apresentá-lo à plateia e que precisa de algumas informações. 
1- Pergunte e anote o nome completo do Orador. Se for um nome ou sobrenome estrangeiro, escreva como se pronuncia
2- Pergunte o Tema da palestra
3- Pergunte porque esse tema é Importante e anote uns dois ou três pontos
4- Pergunte a Formação escolar e profissional dele.
Com estas respostas você aplica a técnica e faz bonito, pois já tem o que precisa para apresentá-lo.

Deixe o cartão no bolso e, quando for chamado, vá a frente da plateia e faça a apresentação nesta ordem:
1- Tema, o nome da palestra
2- Importância, do tema ou assunto
3- Formação escolar e profissional do orador, palestrante
4 - Orador, seu nome completo. 
A sua fala seria mais ou menos assim:
"Estamos aqui para ouvir a palestra (Tema da palestra).
O tema é Importante, pois... (destaque duas ou três razões).
O palestrante é Formado em (graduação, pós, mestrado, doutorado), especialista no assunto (aponte algum projeto ou empresa onde tenha atuado profissionalmente sobre o Tema).
Convido para receber com uma calorosa salva de palmas o Orador (nome completo do palestrante)".
Viu só? Em mais ou menos um minuto você faz uma apresentação adequada seguindo o roteiro (acróstico mnemônico) TIFO.
Esse novo roteiro vai compor as apostilas dos cursos do COL (Clube de Oratória e Liderança), daqui para a frente. Agora, destaco uma das participantes do curso. Veja como se apresentou a analista de sistemas da TOTVS no início:

Veja, agora, a apresentação dela com apenas doze horas de treinamento:

Como se pode conferir, há mudanças. A comunicação visual é impactante por conta do vestuário. No segundo vídeo a profissional está vestida mais adequadamente para atuar como palestrante, oradora. Roupas, acessórios, cabelos, postura etc comunicam muito e, na maioria das vezes, provocam 'ruídos na comunicação' atrapalhando-a.
Mas, as mudanças também são perceptíveis na voz, gestos, olhar etc. Como já disse, oratória é técnica, e em poucas horas facilmente se qualifica um orador, palestrante que esteja decidido à aplicá-las, comprometido com o seu desenvolvimento, como foi o caso dos participantes deste curso na TOTVS.
O consultor de negócios da empresa, Fernando César Gonçalves, diz que o curso mostrou que está nele a solução para vencer o medo de falar em público. "É dinâmico, incentivador, descontraído, prático. Com certeza ajuda muito quem tem dificuldades de vencer as barreiras da timidez, o nervosismo de falar em público".
O analista de sistemas Lucas Vinicius Schiochet destaca como um dos pontos positivos do curso a oportunidade de fazer apresentações práticas e "ser criticado de forma construtiva levando você a perceber detalhes, erros que não tinha reconhecido. É extremamente construtivo. Valeu a pena e a evolução foi perceptível".
A também analista de sistemas Susete Alves Eccher aconselha que todos na empresa deveriam fazer o curso. "É muito bom. Aprendi várias técnicas que desenvolvem a nossa habilidade de comunicação".

O pesquisador João Francisco Moretti da Silva avalia que o curso aprimora habilidades que podem ser o diferencial na vida pessoal e profissional

E depois de ter sido apresentado, como deve iniciar a sua palestra o orador? Aqui também, a maioria começa colocando a plateia contra si, transformando-a num grupo de maleducados. A técnica, para evitar esse mal início, revelo numa próxima postagem. Veja outras já apresentadas em textos anteriores:

Leia mais sobre o COL (Clube de Oratória e Liderança) neste blog:
A humildade burra
Totvs investe em arma poderosa

Os maiores medos do mundo  
Cada bunda um som  
Trânsito e liderança 
A oratória da liderança  
COL e UFPR firmam parceria para formar empreendedores   
Clube de Oratória decide parcerias com a SDR Joinville e Ajidevi 
Formar líderes e oradores é missão do COL  
Superação do medo e da inibição   
Vídeo COL ênfase política  
Vídeo COL ênfase liderança 
Vídeo "O rio que teima pela vida" 
COL forma mais 16 oradores 
Bons oradores têm melhores cargos e salários 
O maior medo do mundo tem cura 
Melhor oradora e maior evolução 
Escolas de jornalismo não ensinam oratória   
Comunicação é coisa difícil  
Golpistas são excelentes oradores 
Oratória para candidatos 
Livro com resgate histórico dos primeiros 25 anos do COL 
CEO - Curso de Especialização em Oratória com Ênfase em Liderança

Leia mais sobre o COL noutras publicações: 
JOV (Jornal O Vizinho)  
Edição 803 do JOV (IVC comemora 5 anos em parceria com o COL
Edição 802 do JOV (O TDAH e acidentes de trânsito) 
Edição 800 do JOV (COL faz parceria com a UFPR; Vídeo é liberado na internet)   
Edição 799 do JOV (Vídeo é liberado na internet; COL faz parceria com a UFPR)   
Edição 798 do JOV (Clube de Oratória & Cia Águas de Joinville)   
Edição 797 do JOV (Clube de Oratória se engaja na conscientização ambiental 
Edição 796 do JOV (Se ligue no esgoto)  
Edição 794 do JOV (Ela é a primeira)
Edição 793 do JOV (Mulher Líder)
Edição 792 do JOV
 (Advogada vai liderar Clube de Oratória)   
Edição 786 do JOV (COL faz parceria com Sindicato dos Radialistas)   
Edição 777 do JOV (O rio que teima pela vida)   
Edição 776 do JOV (Documentário ambiental em fase final)   
Edição 775 do JOV (Jovens oradores)   
Edição 769 do JOV (COL conquista patrocínio público)   
Edição 753 do JOV (COL prepara curso de oratória)   
Edição 751 do JOV (Oratória, ferramenta para o sucesso na carreira)   
Edição 746 do JOV (Conselheiros do COL discutem sucessão)  
JOI (Jornal O Joinvilense)
Edição 064 do JOI (Vídeo já está vídeo na internet; Parceria COL & UFPR) 
Edição 062 do JOI (Mulher no comando)   
Edição 057 do JOI (COL faz parceria com Sindicato dos Radialistas)   
Edição 052 do JOI (COL e IVC consagram título ao Dr. Água)   
Edição 051 do JOI (O rio que teima pela vida)   
Edição 041 do JOI (Para superar a inibição)   
Edição 038 do JOI (São Paulo deve ganhar um Clube de Oratória)   
Edição 036 do JOI (COL mobiliza líderes em defesa do MP)   
Edição 034 do JOI (COL realiza primeiro curso de oratória do ano)  
JOA (Jornal O Araquariense)
Edição 027 do JOA (UFPR e Clube de Oratória firmam parceria)  
Edição 026 do JOA (Se ligue no esgoto)   
Edição 024 do JOA  (Mulher vai liderar o Clube de Oratória) 
JOG (Jornal O Garuvense)   
Edição 073 do JOG (Público já pode acessar vídeo na internet)   
Edição 072 do JOG (COL se engaja na conscientização ambiental)   
Edição 070 do JOG (Advogada vai liderar Clube de Oratória)   
Edição 046 do JOG (Garuvense é orador premiado) 
Edição 009 do JOG (Formador de líderes e oradores

sábado, 16 de novembro de 2013

Chega ao fim o projeto "Se ligue no esgoto"

Véspera de feriadão de 15 de novembro. Escola Municipal Anita Garibaldi, bairro do mesmo nome. Manhã ensolarada e mais uma confirmação da qualidade reconhecida nacionalmente do ensino público joinvilense. Foi neste ambiente que encerramos o projeto "Se ligue no esgoto".





Essa ordem, limpeza, organização, enfim... é padrão nas escolas públicas municipais joinvilenses

Produzido pelo COL (Clube de Oratória e Liderança) de Joinville, o projeto "Se ligue no esgoto" foi financiado pela CAJ (Companhia Águas de Joinville) através de edital público, para promover educação e conscientização ambiental.
Seis instituições de ensino (do fundamental a faculdade) foram contempladas neste ano de 2013. O encerramento do projeto nesta escola contou com a presença da diretoria do IVC (Instituto Viva Cidade) entidade parceira na realização das palestras.
Ambientalistas do IVC, Mauro Ronchi e Adair Lópes, acompanharam o vice-presidente Adilson Lopes da Silva e o presidente João Carlos Farias, ao lado da diretora da escola, Lucélia Izabel Fraga Krelling

A diretora da Escola de Ensino Fundamental Anita Garibaldi comemorou a realização do projeto. Ela diz que o "Se ligue no esgoto" veio complementar o que os professores têm trabalhado com as crianças. "Houve muita reclamação dos pais por causa das obras nas ruas para instalação do sistema de coleta e tratamento de esgoto. Esse projeto mostra que esse 'desconforto' de agora é necessário para a melhoria da qualidade de vida no futuro. As fotos das exposições fotográficas, os vídeos, a palestra e o jornal são impactantes e revelam como eram os rios de Joinville, no que se transformaram e o que se deve fazer para que eles voltem a ser como eram antes, limpos", acredita Lucélia Izabel Fraga Krelling.
O palestrante oficial do projeto "Se ligue no esgoto" foi o presidente do IVC, administrador e ambientalista João Carlos Farias (Dr. Água)

O entusiasmo da professora Cláudia Cristine Peller não foi menor. Ela nos explicou que durante este ano a escola desenvolveu um projeto, com as crianças de pesquisa sobre os animais, aproveitando os ambientes delas, como o rio que passa pela escola, um dos afluentes do Cachoeira. O trabalho do ano está catalogado e deverá ser transformado em livro. A iniciativa do projeto foi demandada pelos estudantes. "As crianças têm sensibilidade com a vida. Elas são bem informadas e trouxeram essa necessidade de discutir a defesa da natureza", explica.
As crianças seguiam animadas ao auditório da escola para o encontro com o Dr. Água. Na parede, algumas fotos das exposições que acompanham o projeto "Se ligue no esgoto"

Cláudia Peller demonstrava enorme satisfação com o projeto "Se ligue no esgoto" na sua escola, porque complementa o trabalho da escola. "A cada semana estudávamos três bichos, três animais, que eram apresentados em sala de aula. Encerrar o ano com essas imagens do rio Cachoeira e de todos os bichos que vivem nele foi de uma grandeza sem dimensão", emocionou-se a professora.

A diretora Lucélia Izabel Fraga Krelling, além de cópias em DVDs dos vídeos "Cachoeira, um rio em transformação" e "Se ligue no esgoto", ganhou cinco exemplares do livro "O Gigante Acuado" para a biblioteca da escola e exemplares do jornal "Se ligue no esgoto" que foram distribuídos aos professores e alunos

O presidente do IVC, João Carlos Farias e o seu vice, o marinheiro aposentado Adilson Lopes da Silva, avisam que no próximo ano a entidade vai se inscrever para disputar outro edital. "Queremos levar esse projeto para todas as escolas de Joinville".
 Os ambientalistas Adilson Lopes da Silva e João Carlos Farias são entusiastas do projeto "Se ligue no esgoto"

O projeto "Se ligue no esgoto" contempla as seguintes peças:
Exposições fotográficasCachoeira, um rio em transformação” e "O rio que teima pela vida"
Vídeo documentárioSe ligue no esgoto

Vídeo documentárioCachoeira, o rio que teima pela vida
Jornal “Se ligue no esgoto
Palestra “Se ligue no esgoto”
Financiado pela Cia Águas de Joinville é patrocinado pelo COL e jornais O Vizinho, O Joinvilense, O Garuvense e O Araquariense e tem como parceiro o IVC (Instituto Viva Cidade).

Saiba mais sobre o projeto "Se ligue no esgoto":
Pode acreditar. É escola pública joinvilense!
Espinheiros já está se transformando no melhor bairro de Joinville 
Uma mentira, de tão repetida, se torna verdade
Educação ambiental com o projeto "Se ligue no esgoto"
Público já pode acessar vídeo na internet
Diretoria do COL aprova vídeo e se diverte com making off da obra
COL conquista edital da Cia Águas de Joinville
Projeto "Se ligue no esgoto" na íntegra
Resultado do Edital de Patrocínio 01/2013 da Cia Águas de Joinville
Parceiros do projeto "Se ligue no esgoto":
IVC (Instituto Viva Cidade)
Bureau de Comunicação e Eventos
Jornal O Vizinho
Jornal O Joinvilense
Jornal O Garuvense
Jornal O Araquariense
Saiba mais sobre o COL noutras postagens neste blog:

Formar líderes e oradores é missão do COL
Superação do medo e da inibição
Vídeo COL ênfase política  Vídeo COL ênfase liderança 
Vídeo "O rio que teima pela vida" 
COL forma mais 16 oradores
Bons oradores têm melhores cargos e salários
O maior medo do mundo tem cura
Melhor oradora e maior evolução
Escolas de jornalismo não ensinam oratória

A primeira confraternização do IVC
Eco-Escola entra em operação na inauguração da Gibiteca
Diretoria IVC Gestão 2012/2014
Ambientalistas ajudam CEI
Água da chuva nos banheiros
Exposição fotográfica circula em escolas 

Eco-Escola joinvilense 
 Leia mais sobre o IVC noutras publicações: 
JOV (Jornal O Vizinho) 
Edição 804 do JOV (Judiciário joinvilense dá mau exemplo)
Edição 803 do JOV (IVC comemora 5 anos em parceria com a Cia Águas de Jlle) 
Edição 802 do JOV (IVC comemora cinco anos)
Edição 801 do JOV (Câmara de Vereadores não dá destino correto ao esgoto)
Edição 800 do JOV (Vídeo já está na internet)
Edição 799 do JOV (Vídeo é liberado na internet)
Edição 798 do JOV (IVC continua defendendo retorno da navegacão)
Edição 797 do JOV ( Ambientalistas focam a região de Joinville)
Edição 796 do JOV (Ambientalistas propõem parcerias com o governo)
Edição 795 do JOV (IVC quer lei desengavetada)
Edição 794 do JOV (IVC agora é uma Oscip) 
Edição 793 do JOV (IVC agora é Instituto Viva Cidade) 
Edição 789 do JOV (Motoristas, cuidado! Jacaré na pista) 
Edição 788 do JOV (Alarme falso. Fritz está vivo) 
Edição 787 do JOV (Escola aproveita água da chuva)  
Edição 786 do JOV (IVC participa de Mostra de Educação Ambiental)
Edição 785 do JOV (Alunos levam lixo para escola)
Edição 784 do JOV (Dr. Água comanda o IVC)
Edição 783 do JOV (Rio poluído é o centro das atenções de candidatos)
Edição 781 do JOV (IVC faz alerta contra a politicagem)
Edição 780 do JOV (O rio que teima pela vida)
Edição 778 do JOV (Eco escola)
Edição 777 do JOV (O rio que teima pela vida)
Edição 776 do JOV (IVC presenteia Joinville)
Edição 775 do JOV (Documentário ambiental em fase final)
Edição 774 do JOV (Aproveitamento da água de chuva)
Edição 773 do JOV (Um quilômetro de surpresas)
Edição 769 do JOV (Clube de Oratória conquista patrocínio público)
Edição 767 do JOV (Parceria entre ONG e CEI conquista patrocínio público)
JOG (Jornal O Garuvense)
Edição 074 do JOG (Governo se prepara para criar fundação do meio ambiente)
Edição 073 do JOG (Público já pode acessar vídeo)
Edição 072 do JOG (Ambientalista propõem parcerias com o governo garuvense)
Edição 071 do JOG (IVC faz doação à 23a. Gered)
Edição 070 do JOG (IVC finaliza projeto Eco-Escola)
Edição 058 do JOG (Ambientalistas ajudam CEI economizar 50% de água) 
Edição 055 do JOG (Eco Escola)
Edição 051 do JOG (Bombeiros recebem a visita do Dr. Água)
Edição 049 do JOG (Água de chuva) 
Edição 048 do JOG (Trecho de rio vira documentário) 
Edição 045 do JOG (Parceria entre ONG e CEI conquista patrocínio público) 
JOA (Jornal O Araquariense)
Edição 027 do JOA ("Se ligue no esgoto" pode ser acessado na internet)
Edição 026 do JOA (Se ligue no esgoto)
Edição 025 do JOA (IVC faz doação à 23a. Gered)
Edição 010 do JOA (O rio que teima pela vida e Eco-Escola)
Edição 005 do JOA (O rio que teima pela vida
Edição 003 do JOA (Como luva para Araquari) 
JOI (Jornal O Joinvilense) 
Edição 064 do JOI (Público já pode acessar vídeo na internet) 
Edição 063 do JOI (IVC faz doação à 23a. Gered) 
Edição 062 do JOI (IVC agora é Instituto Viva Cidade) 
Edição 059 do JOI (IVC comemora) 
Edição 057 do JOI (Eco-Escola é referência em Joinville) 
Edição 056 do JOI (IVC quer lei desengavetada)  
Edição 054 do JOI (A agonia que pode acabar) 
Edição 053 do JOI (Eco-Escola e o Rio que teima pela vida) 
Edição 052 do JOI (COL e IVC consagram título ao Dr. Água) 
Edição 051 do JOI (O rio que teima pela vida)
Edição 050 do JOI (Água da chuva nos banheiros)
Edição 048 do JOI (IVC apoia CEI e conquista patrocínio público) 
Leia mais sobre o COL noutras publicações:
JOV (Jornal O Vizinho) 
Edição 803 do JOV (O TDAH e os acidentes de trânsito)
Edição 802 do JOV (O TDAH e os acidentes de trânsito)
Edição 800 do JOV (Vídeo já está na internet)
Edição 799 do JOV (Clube de Oratória firma parceria com UFPR)
Edição 798 do JOV (Clube de Oratória & Cia Águas de Joinville
Edição 797 do JOV (COL também de engaja na conscientização ambiental)
Edição 796 do JOV (Se ligue no esgoto)
Edição 794 do JOV (Ela é a primeira)
Edição 793 do JOV (Mulher Líder)
Edição 792 do JOV (Advogada vai liderar Clube de Oratória)
Edição 786 do JOV (COL faz parceria com Sindicato dos Radialistas)
Edição 777 do JOV (O rio que teima pela vida)
Edição 776 do JOV (Documentário ambiental em fase final)
Edição 775 do JOV (Jovens oradores)
Edição 769 do JOV (COL conquista patrocínio público)
Edição 753 do JOV (COL prepara curso de oratória)
Edição 751 do JOV (Oratória, ferramenta para o sucesso na carreira)
Edição 746 do JOV (Conselheiros do COL discutem sucessão) 
JOI (Jornal O Joinvilense) 
Edição 065 doJOI (Mais dicas do Clube de Oratória)
Edição 064 do JOI (UFPR e clube de Joinville firmam parceria)
Edição 063 do JOI (Dicas do Clube de Oratória)
Edição 062 do JOI (Mulher no comando) 
Edição 057 do JOI (COL faz parceria com Sindicato dos Radialistas) 
Edição 052 do JOI (COL e IVC consagram título ao Dr. Água) 
Edição 051 do JOI (O rio que teima pela vida) 
Edição 041 do JOI (Para superar a inibição) 
Edição 038 do JOI (São Paulo deve ganhar um Clube de Oratória) 
Edição 036 do JOI (COL mobiliza líderes em defesa do MP) 
Edição 034 do JOI (COL realiza primeiro curso de oratória do ano
 JOA (Jornal O Araquariense) 
Edição 027 do JOA (COL e UFPR fazem parceria para o empreendedorismo)
Edição 026 do JOA (Se ligue no esgoto)
Edição 025 do JOA (COL faz doação a 23a Gered)
Edição 024 do JOA  (Mulher vai liderar o Clube de Oratória) 
JOG (Jornal O Garuvense) 
Edição 073 do JOG (Público já pode acessar vídeo na internet)
Edição 072 do JOG (Se ligue no esgoto)
Edição 071 do JOG (COL e IVC fazem doação à 23a Gered)
Edição 070 do JOG (Advogada vai liderar Clube de Oratória) 
Edição 046 do JOG (Garuvense é orador premiado) 
Edição 009 do JOG (Formador de líderes e oradores)