terça-feira, 28 de agosto de 2012

Diálogos para um Brasil Sustentável

Um evento para falar sobre e anunciar o lançamento do livro que estou finalizando, "O Gigante Acuado" e para o lançamento da campanha "Lixo industrial na comida não".
No dia primeiro de setembro acontece a primeira edição do fórum "Diálogos para um Brasil Sustentável frente aos desafios da humanidade no século 21". Os temas Água, Biodiversidade, Energia e Lixo vão nortear os debates como temas dos avanços e retrocessos pós Rio + 20.
Iniciativa da Agência Brasil Sustentável, a entidade sustenta que a realização da Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento Sustentável no Rio de Janeiro deixa um legado de frustração e esperança.
Frustração por conta da ausência de compromissos  concretos para a superação dos principais desafios para a sustentabilidade da vida no Planeta.
Esperança, por sermos um dos países mais ricos do mundo em recursos naturais estratégicos para o futuro da humanidade, apesar de ainda termos muito a fazer.  
Com objetivo de promover essa reflexão, a Diocese de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, recebe representantes de organizações sociais, autoridades governamentais e lideranças empresariais de todo o país, dispostos à construção de uma plataforma comum de compartilhamento de iniciativas para um Brasil Sustentável, a partir da preservação da água e da biodiversidade; produção de energias limpas de fontes renováveis e correta gestão do lixo, potenciais para geração de oportunidades, renda e inclusão social.

São convidados para o evento: 
·      Jacob Federmann, Fundador e dirigente do Grupo Senpar Terras de São José pioneiro na adoção de tecnologia de reuso de água em assentamentos humanos, homenageado pelo Programa “Parceiros da Paz e da Sustentabilidade  2012/2016”
·      Altamir Andrade, jornalista, Editor do JOV (Jornal O Vizinho) de Joinville, autor do liivro “O Gigante Acuado” que relata a luta do menor jornal do Brasil contra a maior indústria de fundição do mundo, a Tupy Fundições S.A., acusada de promover o reuso de resíduos contaminados com produtos cancerígenos;
·      Professor Alexandre Pessoa, pesquisador em saúde pública da Fiocruz, participante do documentário “O veneno está na mesa" do Cineasta Silvio Tendler, que denuncia o uso indiscriminado de agrotóxicos na alimentação da população;
·      João Francisco Bittencourt, dirigente do Grupo J. Malucelli, um dos maiores conglomerados empresariais e financeiros do sul do Brasil com investimentos na geração de energias limpas;
·      Mauricio Tolmasquim, Presidente da Empresa de Pesquisa Energética, vinculada ao Ministério de Minas e Energia do Governo Federal;
·      Jilson Souza, Secretário Adjunto da Casa Civil do Governo do Estado do Mato Grosso, onde estão paralisados importantes projetos de geração de energias limpas em função da falta de incentivos a empreendimentos sustentáveis;
·      Milton Pilão Junior, CEO do grupo Foxx Inova que recentemente anunciou a aquisição da Haztec, maior empresa de lixo do Rio de Janeiro com forte atuação e problemas na Baixada Fluminense;
·      Gilvoneick Souza, Fundador e editor da Rede Ambiente TV, Coordenador da Assembléia Permanente das Entidades de Defesa do Meio Ambiente na Baixada Fluminense (Apedema-Baixada), participante da Cúpula dos Povos na Conferência da ONU sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável;
·      Professor José Claudio, Reitor de Extensão da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Âncora do documentário “Bomba de Seropédica 3” sobre o desafio do lixo nas cidades de Nova Iguaçu e Seropédica;
·      Leonardo Aguiar Morelli; Secretário Geral da Defensoria Social, Coordenador Executivo da Agência Latinoamericana para El Desarrollo Sostenible e Correspondente da Agência Brasil Sustentável, presente em mais de 30 países.

O evento acontece no sábado, a partir das 8h no Auditório do Centro de Formação de Líderes da Diocese de Nova Iguaçu – RJ (Avenida Dom Adriano Hypolito, 08 no Bairro de Moquetá, ao lado do SESC de Nova Iguaçu – RJ) e conta com o apoio da empresa joinvilense Bureau de Comunicação e Eventos.
O presidente do IVC participa em sua primeira missão representando a entidade ambientalista que completou quatro anos no dia 24 de agosto numa luta para a preservação e recuperação ambiental dos rios de Joinville e região. João Carlos Farias, que é especialista em aproveitamento de água de chuva e vem liderando projetos ambientais nessa área através do IVC, vai aproveitar para avaliar parceria com Jacob Federmann, 
pioneiro na adoção de tecnologia de reuso de água em assentamentos humanos.
O livro "O Gigante Acuado" terá seu lançamento nacional no dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, no RJ. 

Leia mais:

Nenhum comentário:

Postar um comentário