terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Vida Teimosa

Na sede campestre do Clube Sírio Libanês de Curitiba, PR, pereiras demonstram como os seres vivos têm na sua essência a vida. Uma delas, particularmente, como mostram as imagens feitas no dia 19 de dezembro de 2010, comprova a luta por manter-se viva e perpetuar-se.

Ao olhar para cima seus galhos carregados de frutas, para o observador amador, não revelam que a árvore esteja tão doente.
Com certeza um especialista reconheceria de longe que a pereira não estivesse saudável.

Ainda observando-a num recorte mais amplo os galhos frondosos enganam. Majestosa, a árvore compõe um conjunto que enche de frutos o gramado.
Quando o olhar do observador desce para esse nível tem-se o impacto de ver-se o inacreditável.


O que deveria ser o tronco reduziu-se apenas à fina casca. Seu cerne não mais existe. A frágil estrutura dá mínimas condições à pereira para manter-se viva e produzir muitos frutos que carregam suas sementes e que podem gerar outras árvores.

À altura dos olhos e no plano horizontal o detalhe revela ainda mais a fragilidade da estrutura que deveria ser o tronco. Há alguns anos que essa pereira vem morrendo. Mas, viver é a força mais instintiva de qualquer ser. Se um vendaval não passar por ali ela deve "teimar" por mais alguns anos de vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário